Posted tagged ‘Elvis Presley’

Michael Jackson precisou morrer para ressuscitar?

julho 6, 2009

https://i1.wp.com/fama.ptnoticias.com/wp-content/uploads/2009/03/michael_jackson1.jpg

O assunto do momento é Michael Jackson. Na internet podemos notar  que a cada hora, milhares de sites noticiam algo novo sobre o Rei do Pop, no Youtube.com videos com cenas do Rei quebram recordes de audiência, usúarios “produtores” criam videos em homenagem ao idolo. Na televisão, em telejornais, em jornais impressos e em outros veiculos de informação o assunto que reina é sobre a morte de Michael Jackson.

Com toda essa repercusão, eu me perguntei:  Michael Jackson morreu ou “ressuscitou”? Michael precisou morrer pra ‘Ressuscitar’?

Em morte, Michael Jackson tem aproveitado uma renascença comercial que ele tentou por anos sem conseguir. O “rei do pop”,  ocupou os primeiros 15 lugares no site de vendas online Amazon.com, em venda de álbuns em questão de horas. Nas primeiras 24 horas após a morte do cantor, foi vendida a mesma quantidade de álbuns que já haviam sido comercializados nos últimos 11 anos.

O Top1 de disco mais vendidos, como se poderia esperar, foi a reedição do 25o aniversário de “Thriller”, de 1982, disco mais vendido da história, com cerca de 50 milhões de cópias no mundo todo. Três diferentes versões de “Thriller” ocuparam as posições 12, 13 e 14.

A gravadora de Michael Jackson, Sony Music, disse que ele vendeu cerca de 750 milhões de álbuns ao redor do mundo, e ocupou13 vezes no número 1 da paradas com seus singles.

Os CDs de Michael venderam 80 vezes mais após o falecimento, segundo a rede de música HMV.

Não digo que o “Rei do Pop” estava mal a que se diz respeito a vendas antes de sua morte. Os números de venda de discos já eram de assustar pelo sempre presente sucesso, mas a surpresa é a evolução de procura por materiais do artista após a sua morte.

Elvis Presley e John Lennon também morreram mas a evolução de vendas de discos após as devidas mortes não chegaram a aumentar nessas devidas proporções.

Michael Jackson tomou conta da web, da televisão, do mundo as noticias de modo geral, deixando em segundo plano assuntos que estavam em alta antes de sua morte como a situação política no Irã, o governo de Obama nos Estados Unidos, a morte de McNamara ex-secretário de defesa dos EUA, dentre outras noticias.

Michael Jackson estava em situação de falência, iria fazer um leilão para arrecadar uma quantia necessária para pagar suas dividas, pois é, é meio estranho, mas agora que Jackson morreu, ficará mais facil pagar as suas dívidas. Mesmo depois de sua morte, Michael continuará gerando muito lucro, além da venda de discos, a execução de suas músicas, deve render uma grande para sua mãe e seus três filhos.

Pensa que só a mãe e os filhos irão render com isso? Pois é, além da familia outras pessoas poderam render com isso, bilhetes da tour comprados antes de sua morte estam sendo leiloados, como objetos de recordação do cantor, ingressos para o seu velório também são usados como peça em leilões online, os preços chegariam até US$ 15 mil.

Termino essa matéria com a indagação:

“Michael Jackson precisou morrer para ressuscitar?”

Anúncios

Artistas viciados em remédios

julho 5, 2009
Michael Jackson era viciado em analgésicos a base de Morfina

Michael Jackson era viciado em analgésicos à base de Morfina

O vício de artistas em remédios não é de hoje. Assim como Michael Jackson, não foram poucos os que tiveram ou têm problemas com a auto-medicação e uso excessivo de substâncias controladas.

Marilyn Monroe, grande musa do cinema americano, morreu por causa de uma overdose de calmantes e barbitúricos. Assim como Elvis Presley, que abominava outras drogas como cocaína, heroína e maconha, mas sempre abusou dos medicamentosos moderadores de apetite.

Hoje não é diferente. O rapper Eminem, por exemplo, assumiu publicamente que é dependente de remédios. O americano acusou a própria mãe de ter misturado medicamentos nos alimentos que lhe dava na infância. O vício serviu de inspiração para a capa do seu álbum “Relapse”, cuja capa é a imagem do próprio Eminem formada por pílulas.

Selton Mello declarou em entrevista recente que durante 10 anos foi viciado em remédios para emagrecer. A insatisfação com a balança na hora de interpretar alguns personagens fez com que o ator abusasse dos inibidores de apetite. “Isso foi enlouquecendo a minha cabeça, tinha insônia, depressão, um caos todo”, lamentou.

A atriz Joana Balaguer sofreu complicações devido a medicamentos

A atriz Joana Balaguer sofreu complicações devido a medicamentos em excesso

A atriz Joana Balaguer recentemente teve que ser internada por complicações também pelo abuso de emagrecedores. Joana tomou as ditas “bolinhas milagrosas” por quatro anos e descobriu no hospital que estava com infecção urinária e diversos machucados no estômago.

“Não vou negar que cheguei ao peso ideal com ele, mas admito que não quero mais isso na minha vida. Fiquei com uma sensação de impotência horrível. Hoje eu dou muito mais valor à vida, danem-se os remédios”, declarou.

O cantor britânico Robbie Williams já se internou diversas vezes por causa do vício em antidepressivos. O ex-integrante do grupo “Take That”, famoso nos anos 90, luta até hoje contra a dependência de remédios prescritos.

A cortina do silêncio continua predominando sobre o problema, mesmo entre os famosos. O vício em remédios, quimicamente, não é diferente da dependência em drogas ilícitas. Sejam elas compradas na favela ou na farmácia.

Retirado de MSN Entretenimento