Archive for the ‘Saúde’ category

Não seja Influenziado!

agosto 8, 2009

infleunza

Não Entendeu?

Anúncios

Operação Pandemia

agosto 6, 2009

O assunto da moda é a gripe suína … aulas sendo adiadas, eventos publicos sendo cancelados, pessoas morrendo e o mundo todo preocupado!

Por que isso tudo sobre essa nova doença se a gripe comum, por exemplo, mata por ano 500 mil pessoas no mundo?

Sugiro que vejam esse video, tem 10 min mas vale a pena.

Pais estressados, Filhos asmáticos!

julho 24, 2009

estressado2

Uma curiosa pesquisa da Universidade da Califórnia, nos EUA, concluiu que pais estressados podem contribuir, involuntariamente, para que seus filhos tenham asma na infância. Os pesquisadores afirmam que a ansiedade dos pais, combinada a outros fatores do tipo, podem elevar a chance de uma criança apresentar asma.

E essa não foi a primeira pesquisa do gênero. Outras pesquisas já haviam demonstrado que mulheres que passam a gestação bastante “pilhadas”, aumentariam o risco de seus filhinhos terem asma, outras alergias, entre outras doenças respiratórias.

Os pesquisadores acompanharam 2.497 crianças saudáveis que vivem na Califórnia e registraram que 120 delas no total, desenvolveram asma num intervalo de três anos.
asma

Também foi pesquisado outros fatores que possivelmente influenciariam este desenvolvimento de asma nas crianças. Entre eles, o de exposição ao ar poluído por causa do tráfego, tabagismo da mãe, educação, renda e níveis de estresse dos pais.

Como esperado, as crianças expostas a mais poluição tiveram mais risco de asma, mas ele subiu mais nos casos em que os pais estavam Estressadões.

estresse1Chega a ser um contradição tudo isso. Porque a partir do momento que nascem, os própios filhos de uma forma ou de outra chegam a ser um motivo de estresse para os pais. E quem paga por isso no final, são os própias filhos. Pior são para as crianças que nada tem haver com o estresse do papai, e irão acabar pagando o pato. Sendo eu colunista, portador de asma crônica grave há tantos anos, posso afirmar que essa pesquisa tem um fundo de verdade, porque meus pais de calmos não tem nada!
Então caros leitores estressadinhos, sendo pai, cuidado para não “ferrar” com seus filhinhos…

Adeus bilau 2.0

julho 20, 2009

desolado

Cerca de mil brasileiros têm o pênis amputado a cada ano por causa do câncer. Mas, apesar de grave, a doença é fácil de ser evitada, bastando cuidados de higiene local. Se for diagnosticada no início, a lesão cancerosa pode ser removida sem sequelas. Em casos avançados, a doença pode levar, inclusive, à amputação das pernas.
O assunto será abordado a partir desta segunda-feira, durante a Campanha Nacional de Esclarecimento sobre o Câncer de Pênis, da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).
“O câncer de pênis é uma doença que mutila o homem, tanto na parte física, quanto na alma. São mil amputações por ano no País. Apesar disso, é um dos cânceres mais evitáveis que existe no mundo. É associado à falta de higiene na área genital”, esclareceu o médico Aguinaldo Nardi, coordenador de campanhas públicas da SBU.
Os primeiros sintomas são pequenas feridas que demoram muito para cicatrizar. “Toda lesão no pênis que não sara no prazo de 15 dias deve ser vista por um médico. Na fase inicial, o tratamento é muito simples, bastando tirar a lesão e o paciente fica curado”.
Um complicador do problema é a fimose, que torna difícil a limpeza, o que só é resolvido com cirurgia. Outra medida importante para se evitar a doença, segundo o médico, é ensinar as crianças a higienizarem o pênis desde pequenas.


De acordo com o médico, um dos fatores que predispõem ao câncer de pênis é o HPV, um vírus transmitido em relações sexuais. Por isso é importante também estar atento à presença do HPV, que muitas vezes se manifesta como uma pequena verruga e que é contagiosa e provoca outro tipo de câncer, o de colo de útero feminino.

Gripe Suína x Férias – O duelo esta marcado.

julho 14, 2009

https://i0.wp.com/cedezinho.blogs.sapo.pt/arquivo/ferias.jpg

Pois é, já estamos em Julho, cerca de 7 meses ja se passaram, passou rápido. Depois de um longo semestre, horas e mais horas de trabalho duro, estudantes cansados de estudar não vendo a hora de tirar umas boas férias, sair com os amigos, passear no shopping, ir ao cinema, fazer aquela viagem de férias… Oh maravilha! Muitos colégios anteciparam as férias escolares, pelo menos no Rio, crianças e estudantes ficaram felizes com uns dias a mais para curtirem a comemorarem um merecido descanso. Né? Acho que não, neste ano as coisas não serão da mesma forma… Não, não é só devido a crise econômica, nem devido a violência, criminalidade,  que nos acerca todos os dias… E sim a um problema que parece ser até maior, O surto de Gripe Suína.

Confesso a vocês que tinha um propósito de escrever hoje sobre férias, viagens, coisas a se fazer em um momento descanso, de folga. Então fui fazer as minhas pesquisas, analisar os lugares mais procurados, mais visitados, e vi que seria melhor escrever uma crítica a respeito.E travei o duelo menos esperado do ano: “Gripe Suína x Férias”

Começaremos falando de viagens. É muito viajar, conhecer lugares, culturas diferentes, iria recomendar bons lugares para se passar as férias. Pesquisei os lugares mais procurados no mundo, Os Top Lugares, vamos dizer assim. São eles:

1 França 79,1 milhões
2 Espanha 58,5 milhões
3 Estados Unidos 51,1 milhões
4 China 49,6 milhões
5 Itália 41,1 milhões
6 Inglaterra 30,1 milhões
7 Alemanha 23,6 milhões
8 México 21,4 milhões
9 Áustria 20,3 milhões
10 Rússia 20,2 milhões
11 Turquia 20,1 milhões
12 Canadá 18,2 milhões
13 Ucrânia 17,6 milhões
14 Malásia 17,5 milhões
15 Hong Kong 15,8 milhões
16 Polônia 15,7 milhões
17 Grécia 14,3 milhões
18 Tailândia 13,9 milhões
19 Portugal 11,3 milhões
20 Holanda 10,7 milhões
21 Macau 10,7 milhões
22 Hungria 9,3 milhões
23 Croácia 8,7 milhões
24 Egito 8,6 milhões
25 África do Sul 8,4 milhões
26 Irlanda 8,0 milhões
27 Arábia Saudita 8,0 milhões
28 Suíça 7,9 milhões
29 Cingapura 7,6 milhões
30 Japão 7,3 milhões
31 Bélgica 7,0 milhões
32 Morrocos 6,6 milhões
33 Tunisia 6,5 milhões
34 República Tcheca 6,4 milhões
35 Coréia do Sul 6,2 milhões
36 Bulgária 5,2 milhões
37 Brasil 5,0 milhões
38 Austrália 5,0 milhões
39 Indonésia 4,9 milhões
40 Dinamarca 4,7 milhões
41 Barein 4,5 milhões
42 Índia 4,4 milhões
43 Argentina 4,2 milhões
44 República Dominicana 4,0 milhões
45 Emirados Árabes Unidos 3,9 milhões
46 Noruega 3,9 milhões
47 Porto Rico 3,7 milhões
48 Vietnã 3,6 milhões
49 Bósnia Herzegovina 3,5 milhões
50 Taiwan 3,5 milhões

Dados da Organização Mundial de Turismo.

Fui pesquisar agora os lugares afetados pela Gripe Suína, e fiz uma comparação com os lugares mais procurados para viagens (vide quadro acima). Os lugares afetados pela gripe suína, são:

(Dados com base em pesquisa realizada em Abril/09)

  1. México – O Ministério da Saúde do México já confirma 12.645 casos de influenza A (H1N1) gripe suína no país. Segundo comunicado oficial, a doença provocou 124 mortes. O México está em 8º lugar na lista dos países mais visitados no Mundo e em 2º com mais caso de gripe suína. Quem pensa em viajar para o México melhor desistir, caso não queira contrair a gripe.
  2. EUA Os Estados Unidos registraram o maior número de mortos, 127 e mais casos de contagiados vivos, 27.590. Nova York e Califórnia são os estados de maior concentração da doença. EUA está em 3º lugar na lista dos países mais visitados. E Nova York e Califórnia, são os 1º e 3º estados mais procurados na temporada de agosto para as férias.
  3. Brasil – Registrou-se a  terceira morte por Gripe Suína neste mês de Agosto. Reconhecido no mundo pela suas belas paisagens, atrai milhões de turista do mundo todo. 37º país mais procurado.
  4. Austrália – Investigação de 89 casos. 38º país mais procurado.
  5. Espanha57 casos confirmados (Maio/09). 2º país mais procurado no mundo.
  6. França4 casos de gripe suína, sem nenhuma morte até então. País mais visitado no Mundo, com 79,1 milhões de turistas.
  7. Reino Unido – O governo britânico informou nesta quarta que os casos fatais de gripe suína no Reino Unido subiram para 14 e os de contágio, para 9.718. Com isso, o país se transforma no terceiro do mundo mais afetado pelo vírus, após Estados Unidos e México.
  8. Argentina – O Ministério da Saúde da Argentina confirmou 1.118 casos de influenza A (H1N1) – gripe suína. O país registra ainda o maior número de mortes provocadas pela doença na América do Sul – sete, até o momento. 43º  mais visitado.
  9. Itália –  Calcula-se que sejam registrados entre três e quatro milhões de casos de gripe suína até março de 2010 no país, indicou o ministro da Saúde italiano, Ferruccio Fazio, nesta terça-feira. (14/07/2009).   5º país mais visitado do Mundo.

https://i2.wp.com/www.diariodasaude.com.br/news/imgs/mapa-da-gripe-suina.jpg

Como podemos ver, viajar para esses países nesta férias, é o mesmo que ocorrer grande risco de ser infectado pela gripe suína, expandindo as àreas de contaminação no Mundo. Portando viajar para outros países nestas férias é algo que está comprometido.

Outra opção para essas férias é ir ao shopping, cinema, shows, baladas, ou ficar em casa de bobeira, como de costume. Porém esta ‘diversão’ não está sendo recomendada pela as autoridades de saúde. https://i1.wp.com/www.portalmaratimba.com/noticias/imagens/img_noticias/f282f64422a8e5e6723515f435460ea4.jpg

“Estamos vivendo uma pandemia e este é o momento mais perigoso. No inverno, a propagação do vírus é ainda maior” afirma, Carlos Starling. Ele explica que o frio faz com que as pessoas procurem lugares fechados, onde, muitas vezes, se concentra um grande número de indivíduos. “Nesta época, as infecções respiratórias corriqueiras já são passadas de uma pessoa para outra com muita facilidade. O fato é que o período é propício para ela”, diz.

O duelo está marcado: “Gripe Suína x Férias” . Quem levará a melhor? Quem poderá nos defender?

https://i1.wp.com/sorisomail.com/img/porco-8914.jpg

O “melhor” a se fazer nestas férias então é jogar o joguinho da gripe suina:

Ou não…

comentario

Drogas Licitas ou Ilícitas?

julho 13, 2009

https://i1.wp.com/www.made-in-china.com/image/4f0j00RBqQopkzTGUuM/Legal-Highs.jpg

A legalização das drogas sempre foi muito discutida no mundo, mas existem usuários que consideram o assunto praticamente encerrado, coisa do passado, como mostra a reportagem publicada na Revista “O Globo” deste domingo. Eles já compram e usam substâncias entorpecentes sem infringir a lei. São os consumidores das chamadas “Legal”, “highs“, uma nova geração de drogas fabricadas em laboratório a partir de substâncias sintéticas que reproduzem os efeitos de maconha, cocaína, ecstasy, LSD. Mas que não contêm nenhum componente proibido pela legislação.

https://i2.wp.com/www.iped.com.br/sie/uploads/9330.jpg

No caso da maconha, por exemplo, o princípio ativo presente nas folhas da Cannabis Sativa, conhecido como THC, sai de cena para ser substituído por um composto sintético, que posteriormente é misturado a outras ervas. Esse mix resulta em produtos como o Spice, a mais popular entre as versões genéricas da maconha comercializadas em diversas lojas, principalmente na Europa (no Brasil, já existem três sites vendendo). Quase sempre, as legal highs vêm em embalagens com logotipos coloridos, que lembram pacotes de figurinhas. O embrulho de Raz, outro produto à venda, remete às tradicionais caixas de sabão em pó e apresenta o slogan: “Now even whiter than white” (”agora, ainda mais branco do que o branco”), em uma alusão à cocaína. Entre seus concorrentes estão marcas como Snow Blow e Charge +. O cardápio é cada vez mais variado. Há uma extensa lista de produtos para todas as versões de drogas ilícitas.

https://i1.wp.com/admin.whatsongroup.net/Admin/uploads/displayimages/divine-madness2.jpg

Com visibilidade crescente, o comércio de legal highs despertou a preocupação de autoridades da União Européia e começou a ganhar destaque no noticiário local. Na semana passada, a emissora inglesa BBC exibiu um documentário com uma hora de duração intitulado “Can I get high legally?” (”Posso me drogar legalmente?”).

A resposta dos governantes tende a ser não. Prevalece a tentativa de controlar o avanço dessas novas substâncias – uma missão nada fácil, aliás. No verão europeu, as legal highs são vendidas em larga escala em festivais de música como o Glastonbury, que reuniu 190 mil pessoas no oeste da Inglaterra, há duas semanas. E, durante todo o ano, elas estão nas prateleiras de lojas variadas, como pontos de venda de revistas em quadrinhos e lanchonetes. Podem ser compradas, inclusive, com cartão de crédito.

————————————————————

Ressaltamos que a “Magazine Wopaaa! | Um pouco de tudo ou nada!” NÃO apoia o uso destas Novas Drogas.

Equipe Magazine Wopaaa! | Um pouco de tudo ou nada!