Archive for the ‘Esportes’ category

Violência nos estádios

março 16, 2010

https://i0.wp.com/www.infoesp.net/jornal-infoesp/edicao18/violencia1.jpg

15 de Março de 2010, noite de domingo no Rio de Janeiro. Noite de mais um clássico Flamengo x Vasco, no Maracanã. Como sempre, um clássico disputadíssimo no campo e repleto de ingredientes para provocações aos rivais numa segunda-feira. Fora das quatro linhas, também um cenário mais que comum, porém inadmissível: as batalhas travadas pelas torcidas organizadas. Mais infeliz que isso é que tal barbárie não se limita a este clássico. Mas a qualquer confronto, em qualquer lugar do mundo e onde houver um pingo de rivalidade. Como citei anteriormente, é mais que normal provocar um torcedor adversário, tirar sarro ao discutir sobre futebol e outros esportes. Mas o que se vê há anos no Brasil, são batalhas extra-campo organizadas por verdadeiras “quadrilhas”. Não julgo nenhuma torcida especificadamente. Longe disso. O que me intriga em meio a isso tudo é a ineficácia da Policia diante dos acontecimentos.

Sempre que a situação foge do controle da polícia – algo completamente natural –, os mesmos justificam que os torcedores, se é que podem ser chamados desta forma, tramaram algo diferente do que era previsto e do que foi marcado para o suposto confronto com a torcida adversária. Para fugir dos confrontos, remarcam para outras localidades, alteram o horário, etc. E geralmente estas mudanças de plano que trazem “imprevistos para policia” são feitas por blogs – como este -, por comunidades no Orkut, Twitter, entre outros sites de relacionamento. Então me vem uma pergunta: Se a polícia sabe aonde serão planejados, aonde serão os confrontos (horário, data e local), por que vemos tantas batalhas acontecerem e tantos inocentes morrerem? Simples. O planejamento pra que se evite uma tragédia não pode ser feito só para o dia do jogo e também não pode se limitar a região no qual é feita a partida.

Ações como a da Polícia de São Paulo, em proibir que as torcidas organizadas transitem uniformizadas por estádios, podem ser um tiro no pé. A partir do momento em que se faz com que estas “quadrilhas” não estejam identificadas, estarão lhes concedendo a chance de se camuflarem entre torcedores comuns – aqueles que realmente estão presentes para torcer por seu time de coração -, tornando quase impossível a coação. É diante de ações como essa, que percebe-se a falta de planejamento e o despreparo de quem deveria reprimir tais atos de violência. Espionagem a estes sites de relacionamento seria uma forma viável e altamente eficaz, tendo em vista que já se saberiam onde e quando ocorreria o confronto. Como citei anteriormente, a medida tem que ser preventiva. Não se dá vacina em criança que já está doente. Para que o policiamento seja bem posicionado não há outro jeito a não ser planejar. Variados casos de violência nos estádios podem ser evitados desta forma. Algo absurdamente comum dentre alguns torcedores organizados é o de tomar a camisa de um torcedor adversário. Tão banal quanto isso seria se um policial estivesse monitorando o local – seja umaestação de Metrô ou de Trem, algum bar – para que isto fosse evitado. Estas e outras práticas seriam banidas se a impunidade não fosse tão natural. Por isso, a alteração no estatuto do torcedor para que criminalize atos de violência dos torcedores e das torcidas organizadas nos estádios de futebol e seus arredores também, seria uma ótima estratégia para inibir a ação de parte destes torcedores organizados. Talvez se não for para acabar com estas situações, que estas venham se tornar casos isolados ou ocasional.

Não precisa ser um Einstein para saber disso. Acredito que qualquer torcedor saiba qual o remédio para isso, até porque quem freqüenta um estádio de futebol sabe o que estará lhe esperando, se será uma festa de sua torcida ou um campo de batalha. Sentar e cruzar os braços para esta situação não dá. E hoje o que se vê bastante é um discurso conformista de que é impossível reverter tal situação. Flamengo x Vasco, Palmeiras x Corinthians, Atlético-MG x Cruzeiro, Grenal, Bavi, entre outros grandes clássicos do futebol brasileiro podem voltar a ser grandes espetáculos, a partir do momento em que a platéia se sentir segura de que pode aplaudir sem medo.

Jogadores do River Plate recebem ameaças de torcedores por telefone

outubro 14, 2009

https://i1.wp.com/www.footballingworld.com/wordpress/wp-content/uploads/2007/10/riverboca1.JPGJogadores do River Plate receberam telefonemas com ameaças de torcedores irritados com a má fase da equipe. Foram ameaçados Cristian Fabbiani, Matías Abelairas, Cristian Villagra, Daniel Vega, Nicolás Sánchez, Facundo Quiroga, Martín Galmarini, Diego Buonanotte e Oscar Ahumada. Seus telefones foram obtidos através de um site ligado ao clube.

No treino desta terça, todo o grupo de jogadores disse que não voltaria a dar seus números aos jornalistas, e que não atenderá a imprensa depois dos próximos treinamentos.

Na segunda, na estreia de Leonardo Astrada como técnico, o River perdeu de 3 a 1 para o Independiente, em casa, no jogo que encerrou a oitava rodada do Torneio Apertura.

A equipe ocupa a antepenúltima colocação no Campeonato Argentino, com cinco pontos – dois à frente do lanterna Chacarita Juniors.

Yes, We Can Rio!

outubro 4, 2009

2 de Outubro de 2009. Essa data com certeza jamais será esquecida para aqueles que de alguma forma respiram o Esporte. Um dia, onde a consagração desta cidade onde já é consagrada por Deus foi comprovada, para a alegria e felicidade da população mais feliz do mundo.

Copacabana, uma das praias mais famosas do mundo, inspiração de poetas, bambas e compositores, palco do reveillón mais fantástico do planeta, explodiu após o anúncio histórico feito pelo COI (Comitê Olímpico Internacional). O coração símbolo da campanha do Rio 2016, agora pulsava mais forte do que nunca. E em cada pedaço deste coração, estava cada gente deste nosso povo, cada etnia, cada manifestação popular. Fora o sonho de termos o maior evento esportivo do mundo na América Latina. Por isso, a torcida não se limitou aos brasileiros, mas também contou com uruguaios, paraguaios, bolivianos e até quem sabe de alguns argentinos.

Para o Brasil, o Rio 2016 representa o progresso de uma nação que a cada ano que se passa, apesar de todos os problemas e dificuldades em todos os âmbitos, tem se mostrado capaz de se superar. Particularmente, eu acredito que depois da Educação, o Esporte se apresenta como uma das soluções mais eficazes, não só para o Rio, mas também para todo o resto do Brasil. Em primeiro lugar, somos um povo que possui a competitividade no sangue. Difícil encontrar um brasileiro que não goste de um esporte se quer, nem que seja para torcer. Fora o fato de ser algo que atinge a todas as camadas populacionais, sem preconceitos. O Esporte traz e ensina a disciplina, a ética e educa aos que praticam. Assim como a educação premia seus alunos pela dedicação e empenho com o diploma, o Esporte presenteia com a Medalha, seja ouro, prata ou bronze ou com troféu àqueles que alcançam a glória. Portanto, esta vitória representa a esperança de erradicarmos a analfabetização, tirar os jovens dos semáforos, dos caminhos do tráfico e da violência e ampará-los e ocupá-los dentro dos centros esportivos. Chegou a hora de evoluirmos de “País do Futebol” para “O País Olímpico”.

400_lulaolimpicoNossa conquista não pode deixar de ser creditada também ao nosso Excelentíssimo Presidente Luís Inácio Lula da Silva, que fora criticado por suas viagens pelo mundo afora, que por vezes eram formas de reforçar as relações diplomáticas com diversos chefes de Estado. A supremacia do Rio de Janeiro na votação final, obtendo una vitória de mais que o dobro dos votos a favor de Madri, mostrou o quão é importante tais relações. O Mesmo Lula que outrora foi vaiado durante a abertura do Pan 2007, por um Maracanã completamente lotado durante a abertura dos jogos no mesmo Rio de Janeiro, teve sua reviravolta neste dia 2. Não é de hoje, que nosso Presidente conta com altíssimos índices de aprovação popular. Mas com esta conquista, as chances desta estatística aumentar ainda mais são enormes. Sem contar é claro, que foi com a emoção de Lula e a sua sinceridade, desde o discurso até a comemoração final, que os integrantes do COI ficaram emocionados. Difícil imagina outro Presidente que defendesse e entrasse e entrasse nesta “disputa” com tanta garra, como ele entrou. Porque Lula é um brasileiro como qualquer outro. É pernambucano de nascença, porém um tanto paulista, carioca, catarinense, cearense, amazonense, etc. Isto é, com uma identidade brasileira que poucos homens possuem.

Pele-and-Lula-celebrate-R-001

0,,23696563,00Esta vitória foi tão comemorada quanto um título do time de coração. Que após a conquista, é soado o hino do time, neste caso, o da cidade. E ao escutar e cantar este hino percebe-se que realmente esta cidade é maravilhosa, cheia de encantos mil. E é o coração do meu, do seu e do nosso Brasil. Brasil este que terá a oportunidade de marcar um gol de placa, ao sediar em 2 anos, os dois maiores eventos do Planeta, a Copa do Mundo e a Olimpíada.

E que Deus nos livre de organizadores mal intencionados e corruptos, para que não desviem nada dos 28 bilhões da verba disponibilizada e que todas as aplicações deste dinheiro não sejam como castelos de areia, e permaneçam da mesma forma por anos, trazendo a evolução para esta cidade que comprovadamente é a mais linda do mundo. O Rio 2016 será a Olimpíada do Samba, da malandragem, do gingado, do sotaque encantador, dos eventos febris. As batucadas da Sapucaí não se resumirão somente a bateria do Salgueiro, Mangueira e Vila Isabel. Estarão nos aplausos, no canto e na energia dos torcedores ao assistir uma prova da Maratona.

02rioMAT

O País abençoado pelo Pré-Sal, e que hoje representa a 10ª economia do mundo, receberá o mundo de braços tão abertos quanto ao do Cristo Redentor. E partir deste dia 2, mostramos que podemos almejar algo a mais sim, e não iremos baixar a cabeça. Porque como já dizia Barack Obama, “Yes, We Can!”.

fogos_artificio_pan_2007_abertura_maracana

Rio 2016, Viva a sua Paixão!

Primeira vitória de 2009, Décima da carreira e a Centésima do Brasil!

agosto 23, 2009

É isso aí caros leitores. Esse é o mais plausível resumo da fantástica etapa em Valência do GP da Europa de F1 hoje. Mais fantástico que isso, só mesmo o vencendor desta corrida, Rubens Barrichello, que não economizou em pôr o pé no acelarador e com Records atrás de Records de prova, levou seu carro na ponta dos dedos, seguido pela McLaren de Lewis Hamilton e a Ferrari de Kimi Raikonen.
0,,21737280-EX,00A largada não trouxe grandes transformações no grid, até porque ambas as McLarens largaram muito bem e mantiveram as duas primeiras colocações. Nesse embalo foi também Rubinho. A única surpresa foi a péssima largada de Janson Button que caiu pra 9º colacação, depois de ceder sua posição pra Mark Webber por cortar uma chicane. Pra suas ambições de título do campeonato isso era pouco e passou boa parte da prova atrás de Webber.

Voltando ao pelotão da frente, Hamilton conduziu a primeira parte da prova perfeitamente com os melhores tempos da prova até então, isso ainda com o tráfego dos retardatários. Mas foi aí que Rubinho começou a ousar, com voltas em ritmo de classificação e não só não deixando as McLarens abrirem vantagem, como também dimunuindo a diferença pra Kovalainen. E foi nas paradas de pit stop que Barrichello assumiu a segunda colocação e travou um duelo com Hamilton, volta a volta. As mágicas de nosso brasileiro lembraram os bons tempos de Schumacher na F1 que quando era acionado, quebrava todos os records e tempos da prova. E Rubinho foi nesse exemplo a caça de Hamilton que a esse ponto já estava para fazer seu pit stop. E foi aí que a McLaren errou e com um atraso nos boxes de praticamente a pouca diferença que Hamilton tinha sobre Rubinho, voltou atrás e lá ficou até o término da prova. Rubinho assim, conquistava uma primeira colocação que buscava há tempos. E mais que merecida por sinal.

Pro restante do grid essa segunda metade da prova não deixou de ser emocionante. Após o pit stop de Webber, Button ganhou a posição após bons duelos com o mesmo e assim teria pista livre para buscar uma melhor colocação. Sebastian Vettel saiu da prova após a quebra do motor de sua RBR e a essa ponto deixava a RBR numa fria com a disputa do campeonato de construtores. Os estreantes do dia,  Badoer pela Ferrari (substiuindo Massa) e Grosjean pela Renault não estavam num bom dia e tiveram uma pífia atuação. Destaco aqui, , Alonso e Rosberg que estiveram impecáveis e fizeram o melhor que seus carros permitiram e terminaram numa 5ª e 6ª colocação respectivamente.

Outro carro que não conseguiu concluir a prova foi a Willians de Nakajima que parou depois de um pneu estourado. Porém esse pneu ficou pela pista. Se este pneu não fosse retirado a tempo, o safety car teria que entrar e para não correr este risco, Ross Brawn mandou Rubinho antecipar sua segunda e última parada. Com isso só teria que conduzir sua Brown até a vitória.

0,,21737523,00

E não deu outra. Após 5 anos de desconfiança, de uma quase aposentadoria forçada e Rubinho venceu, e no lugar mais alto do pódio não segurou as lágrimas. Particularmente, não sou um fã de Barrichello. Mais digo com toda razão que esta vitória hoje foi uma das mais merecidas que já vi, por todo o contexto da corrida e sua garra e sua luta por vencer.  Parabéns!

Classificação:

1º Janson Button – 72 Pontos

2º Rubens Barrichello – 54 Pontos

3º Mark Webber – 51,5 Pontos

4º Sebastian Vettel – 47 Pontos

E semana que vem tem mais, com o Grande Premio da Bélgica. Que venha a 101ª vitória brasileira na F1!

Esclarecimento

julho 20, 2009

Caros Leitores da Magazine Wopaaa,

A reportagem de F.Menino a respeito do Cruzeiro ter sido boicotado pela Globo e pela CBF, (Confira na íntegra foi mal interpretada. A intenção de nosso editor F.Menino, ao relatar este assunto, foi devido ao fato do jogo não ter sido transmitido para as capitais de Rio e São Paulo. Como relatou o nosso leitor, Rafael Ferreira:

A questão não foi ter passado o jogo em todo país e sim não ter passado no rio e são paulo.. além de não dar a cobertura que este jogo merecia.. pô final de libertadores…

Pedimos as sinceras desculpas à quem interpretou de forma errônia  a intenção de nosso editor, F.Menino. Continue acompanhando a Magazine Wopaaa!

Equipe Magazine Wopaaa!

Cruzeiro boicotado pela Globo e CBF?

julho 16, 2009

ERRATA:

Caros Leitores da Magazine Wopaaa,

A reportagem de F.Menino a respeito do Cruzeiro ter sido boicotado pela Globo e pela CBF, (Confira na íntegra foi mal interpretada. A intenção de nosso editor F.Menino, ao relatar este assunto, foi devido ao fato do jogo não ter sido transmitido para as capitais de Rio e São Paulo. Como relatou o nosso leitor, Rafael Ferreira:

A questão não foi ter passado o jogo em todo país e sim não ter passado no rio e são paulo.. além de não dar a cobertura que este jogo merecia.. pô final de libertadores…

Pedimos as sinceras desculpas à quem interpretou de forma errônia  a intenção de nosso editor, F.Menino. Continue acompanhando a Magazine Wopaaa!

Equipe Magazine Wopaaa!

Agência / Agência Estado

A noite de quarta-feira foi marcada pela grande final da Libertadores, envolvendo Cruzeiro e Estudiantes. Final esta, que culminou na vitória do Estudiantes e no seu Tetracampeonato na Libertadores. O que não deu pra se compreender, foi como a Rede Globo deixou de transmitir esta finalíssima para todo o Brasil.

O Jogo que iria ao ar a partir de 21:50 – horário de Brasília -, não teve o tratamento que merecia. No mesmo horário, era transmitido para Rede Globo São Paulo o clássico Flamengo x Palmeiras, enquanto que para o Rio de Janeiro e o restante do Brasil, estava sendo transmitido Internacional x Fluminense direto de Porto Alegre. Já a grande final da Libertadores da América, passou somente para o estado de Minas e Rio Grande do Sul e parcialmente para alguns outros estados, o que contradiz a conduta da Rede Globo nos anos anteriores. Isto é, dar destaque aos times brasileiros que chegam a final, transmitindo a grande final para todo o Brasil. Para entender essa contradição, vai então algumas informações das finais anteriores:

  • 2002 Olimpia x São Caetano

Transmissão dos dois jogos da final para todo o Brasil, com todos os holofotes voltados para o São Caetano.

  • 2003 Boca Juniors x Santos

Transmissão de ambos os jogos da final para todo o Brasil, com todo o destaque para o Santos.

  • 2004 Once Caldas x Boca Juniors

Por não haver times brasileiros na final, a Rede Globo não transmitiu esta final.

  • 2005 São Paulo x Atlético Paranaense

Finalíssima entre dois times brasileiros. Não tinha como não ser transmitido para todo o Brasil.

  • 2006 Internacional x São Paulo

O mesmo caso anterior. Só que com destaque ainda maior, por se tratar de dois gigantes tradicionalíssimos do futebol brasileiros.

  • 2007 Boca Juniors x Grêmio

A Rede Globo cobriu a final tanto na La Bombonera quanto no estádio Olímpico, sendo ambas partidas transmitidas pra todo o Brasil.

  • 2008 LDU x Fluminense

Todo o destaque da imprensa para o Fluminense. Também transmissão em rede nacional.

  • 2009 Estudiantes de La Plata x Cruzeiro

Rede Globo transmite esta final somente para o estado de Minas e Rio Grande do Sul, ignorando uma transmissão em ambito nacional.

Razões para que este jogo tivesse um maior destaque não faltavam. O Cruzeiro que apresenta o futebol mais vistoso do Brasil, contra o Estudiantes, o futebol mais eficiente na atualidade – diga-se de passagem – do futebol Argentino, a rivalidade Brasil e Argentina, o fato desta edição de Libertadores ser a 50ª, etc. Tudo isso só mostra o quanto esta final era e foi especial. Além de tudo, sem contar o fato de que o Cruzeiro é a 7ª maior torcida do Brasil, segundo o Ranking das maiores torcidas do Brasil (Ibope). E um time de tamanha grandeza no futebol brasileiro, ser ignorado de tal forma não é algo que se aceite. Mais que isso, podemos dizer que também houve incoerência por parte da CBF, em não adiar esta 11ª rodada do Brasileirão. Ou já ter se antecipado nesta decisão, quando ainda se organizava o calendário 2009. E não tem como numa hora dessas, justificar esse não adiamento alegando que o calendário do futebol brasileiro está saturado.

Fora que segundo aos dados do Ibope, a Globo perdeu por vários instantes em São Paulo nos ínidices de audiência para a Record, que transmitia no mesmo horário o Reality Show A Fazenda. Cabe aqui a pergunta: “Por que decidir não transmitir esta final para todo o Brasil?”

Nesta noite de Quarta, torcedores que não conseguiram garantir seu ingresso pra finalíssima no Mineirão e também os que não possuem acesso a TV por assinatura ou Internet Banda Larga, ficaram sem a oportunidade de acompanhar este jogão. E isso é um absurdo, se tratando de uma competição tão tradicional como a Libertadores e uma Rede de Televisão tão experiente como a Globo.

https://i1.wp.com/images.uncyc.org/pt/d/d3/RedeGloboLixo.jpg

Webber vence o GP da Alemanha de F1

julho 12, 2009

0,,21331556-EX,00 Com o carro sobrando Mark Webber conquistou hoje sua primeira vitória na F1 e  também a primeira vitória de um piloto australiano desde 1981, deixando de lado a fama de “leão de classificação” (por se dar melhor nos treinos do que nas corridas).

No início da prova Webber teve um susto ao ser ultrapassado na largada por   Barrichello, chegou a ser desleal e foi corretamente punido por ter jogado seu carro em cima de Rubens, tendo que passar pelos boxes. Só que como seu carro estava espetacular isso não se tornaria problema algum.

Rubinho deixou claro que os carros da Red Bull estavam cerca de 3 decimos mais rápidos por volta do que os da Brawn, com isso, a equipe entrou com uma estratégia de 3 paradas de baixo dos braços chegando a ameaçar os carros da RBR, só que ao longo da corrida essa opção deixou a desejar. Button e Barrichello não conseguiam andar tão rápidos por causa do desgaste excessivo dos pneus e foram perdendo espaço. Enquanto isso Webber continuou voando e mantendo sua 1ª colocação.

Um erro no abastecimento comprometeu ainda mais a corrida do brasileiro da Brawn, a equipe acabou colocando a mangueira errada na hora do pit stop o fazendo ficar pelo menos mais 4 segundos nos boxes. Pelo rádio Rubinho perguntou a equipe se tinham mudado sua estratégia, mas pra sua infelicidade o engenheiro lhe avisou que um erro acontecera. Depois dessa não haviam mais dúvidas de quem seria o vencedor neste domingo.

Com Rubinho na 5ª colocação e Jenson na 6ª era correto mandar para os boxes o inglês primeiramente mas não foi isso o que aconteceu, o brasileiro foi chamado primeiro e com uma volta livre Button conseguiu fazer um tempo suficiente pra voltar na frente de Rubens.

Nas últimas voltas o que se destacou foi o ataque de Alonso à Rubinho e de Rubinho à Button mas as posições não se inverteram.

Correndo por fora dessa briga toda entre as duas melhores equipes do campeonato desse ano coloco Felipe Massa como destaque, após uma largada sensacional conseguiu chegar ao seu primeiro pódio no ano na 3ª posição. Inclusive atrapalhou Barrichello ao ficar na frente dele após a saída dos boxes do mesmo.

Parabéns à Webber, grande corrida e vitória totalmente merecida.Valeu o choro de felicidade

Classificação Final

1º Mark Webber

2º Sebastian Vettel

3º Felipe Massa

4º Nico Rosberg

5º Jenson Button

6º Rubens Barrichello

7º Fernando Alonso

Apostava todas minhas fichas no Rubinho para essa corrida mas as condições de pista e tempo não aconteceram como eu e ele esperavamos, deixando os carros da RBR mais preparados para a corrida desse fim de semana. No campeonato Rubens cai para 4º e se complica numa possível luta pelo título, com os carros da Red Bull crescendo cada vez mais a cabeça da Brawn pensa em favorecer logo a Button que ainda tem boa vantagem.

Ainda temos muitas provas pela frente, continuem acompanhando F1 aqui na Magazine Wopaaa.